Porta em Aço CortenPorta em Aço Corten com volumes+ bandeira fixa

Porta Francesa em Aço Corten Alphaville

Aço Corten - O que é?

Há alguns aços, que mesmo sem a utilização de uma proteção adicional, possuem a capacidade de resistir a corrosão atmosférica de forma bastante superior aos aços comuns, são os chamados aços patináveis ou aclimatáveis (em inglês, wheathering steel). 

Os aços patináveis foram introduzidos no início da década de trinta nos Estados Unidos, inicialmente para utilização em estradas de ferro, e mais especificamente na fabricação de vagões de carga. 

Devido às características e qualidades desses aços, que combinavam alta resistência mecânica com resistência à corrosão atmosférica, rapidamente encontraram aceitação, embora no início fossem empregados, na maioria das vezes, como revestimento. 

Comercialmente, receberam o nome de CORTEN, atualmente são utilizados nos mais diversos campos, principalmente na construção civil. No Brasil estão disponíveis sob a forma de chapas, bobinas e perfis soldados, possuindo denominações especiais conforme a siderúrgica produtora.

Por definição, aços patináveis ou aclimatáveis são um grupo de aços de baixa liga, com resistência mecânica na faixa de 500 MPa (limite de ruptura) e alta resistência à corrosão atmosférica. Tais características acontecem em função da presença de determinados elementos de liga, como cobre, fósforo, cromo, silício, níquel, manganês, vanádio, nióbio, molibdênio, entre outros, em combinações específicas, conforme a siderúrgica produtora. 

O ferro ou o aço carbono comum se caracterizam por suas propriedades típicas serem alteradas sob ação do meio envolvente. Mas isto pode ser modificado pela adição dos elementos de liga, mesmo que as porcentagens destes elementos acrescentados sejam bem pequenas. 

Os aços patináveis, quando expostos à atmosfera, iniciam a formação de uma camada de óxido compacta e aderente – a pátina – que funciona como barreira de proteção contra a corrosão. 

Algumas teorias tentam explicar o desempenho superior deste tipo de aço:

    1. Os elementos de liga (cobre em especial) retardam a velocidade de corrosão;

 

  • Os produtos da corrosão então formados são mais homogêneos, compactos, favorecendo a proteção e ainda alterando as condições de condensação de umidade do metal base.

 

É necessário observar alguns aspectos relevantes ao desenvolvimento desta pátina protetora:

    • A camada protetora, bem formada, só é conseguida em condições de umidade (chuva e umidade) e secagem (sol e vento);

 

  • O tempo de sua formação varia em função da atmosfera local, levando em de 2 a 3 anos. Após esse período ela adquire uma coloração marrom avermelhada;
  • Locais de retenção de umidade ou partes submersas não desenvolvem a mesma proteção, pois não estão expostos à atmosfera e à luz solar;
  • Locais submetidos a lavagens acentuadas e constantes, tais como zonas de respingo em água do mar, não apresentam eficiência superior ao aço comum, já que a lavagem remove a pátina;
  • As regiões não expostas aos intemperismos naturais, tais como juntas de expansão, articulações, soldas e regiões sobrepostas, apresentam comportamento crítico devendo ser cuidadosamente planejadas e tratadas.